terça-feira, 23 de setembro de 2008

...ATIRE A PRIMEIRA PEDRA ?!?!

Houve um homem que lutou sozinho contra o império do preconceito. Ele foi incompreendido, rejeitado, excluído, mas não desistiu dos seus ideais.Fez das prostitutas rainhas, e das desprezadas, princesas.O Mestre dos Mestres na arte de viver.
Nos tempos de Jesus os homens adúlteros não sofriam punição, mas a mulher adultera era arrastada em praça pública e apedrejada sem piedade,a cena inesquecível, ficava gravada na mente e perturbava a alma para sempre.Certa vez, uma mulher foi pega em adultério. A arrastaram metros até o lugar em que Jesus se encontrava. A mulher gritava "Piedade! Compaixão!", mas não adiantava...Jesus estava ensinando seus princípios na frente do templo. Havia uma multidão ouvindo-o atentamente. Ele ensinava que cada ser humano tem um valor, a arte da tolerância é a força dos fortes e a capacidade de perdoar está diretamente relacionada à maturidade das pessoas. Suas idéias revolucionavam o pensamento humano, por isso começou a ter muitos inimigos... Havia um grupo de radicais que passou a odiar as palavras de Jesus, no entanto quando trouxeram a mulher adultera até Ele, a intenção era apedrejá-Lo junto com ela, usa-la como isca para destruí-Lo.Ao chegarem com a mulher diante Dele, a multidão ficou parada e perguntou qual era a sentença Dele. Se dissesse "Que seja apedrejada", Ele livraria a sua pele, mas destruiria seu projeto, suas palavras e principalmente seu amor . Se dissesse "Não a matem!", Ele e a mulher seriam imediatamente apedrejados, pois estaria indo contra a tradição. Se os fariseus tivessem feito a mesma pergunta aos discípulos , eles provavelmente teriam dito para matar assim se livrariam do risco de morrer.Mas a melhor resposta diante de tudo isso foi não dar resposta. Só o silencio pode conter a sabedoria quando a vida está em risco. Nos primeiros 30 segundos de raiva cometemos os maiores erros de nossas vidas. Por isso, o silencio é a oração dos sábios. Para o Mestre dos Mestres, aquela mulher, ainda que desconhecida, pobre, rejeitada e adultera, era mais importante e tão valiosa qto a mais pura das mulheres. Era uma jóia raríssima, que tinha sonhos, expectativas, lágrimas, ousadia, recuos, enfim, uma historia fascinante, tão importante como a de qualquer pessoa. Valia a pena correr riscos para resgatá-la, e isso é o que importava. Para Jesus não havia e nem há um padrão de classificação todas eram e são igualmente belas. Jesus precisava mudar a mente dos acusadores... o "eu" deles era vítima da janela do ódio. Ao optar pelo silencio Ele ao mesmo tempo optou em pensar antes de agir. Ele escrevia na areia, porque escrevia no teatro da sua mente. Talvez dissesse para Si mesmo: "Que homens são esses que não enxergam a riqueza dessa mulher? Por que querem que eu a julgue, se eu quero amá-la? Por que, em vez de olhar para os erros dela, não olham para seus próprios erros?” O silencio inquietante deixou os acusadores pensando, levando a diminuir a raiva, a tensão, e oxigenando a racionalidade. Mas eles voltaram a perguntar sentença. Então, finalmente, Jesus se levantou e disse:
"Quem não tem pecado atire a primeira pedra!?” Do tipo ”Antes de apedrejá-la, mudem a base do julgamento, tenham a coragem de ser transparentes e enxergar as suas falhas, erros e contradições". Os fariseus receberam um choque de palavras verdadeiras!!! Deixaram de ser vítimas do instinto “fariseu” e passaram a gerenciar suas reações.
Para Jesus, a pessoa que erra é mais importante do que seus próprios erros. O homem que mais defendeu as mulheres não a julgou, mas compreendeu, não a excluiu, mas a abraçou Sua ultima frase indica a grandeza da Sua humanidade e o patamar mais lindo da Sua beleza. Ele disse para a mulher: "Vá e refaça seus caminhos". Essa frase abala os alicerces...
Tipo “Se cuida. Você é livre!"
Mas ela não foi embora. E por que? Porque o amou. E, por ama-Lo, o seguiu para sempre, inclusive até a cruz!!!
Estamos vivendo tempos em que julgamentos viraram habito e se tornaram praticamente indispensáveis para muitos!!! Mas esquecemos que dá mesma forma que julgamos seremos julgados...O amor esta se esfriando de tal modo que muitas vezes ferimos quem mais amamos ... e tbm deixamos de conhecer quem poderíamos amar.Pelo simples fato de não pararmos pra desenhar no teatro da nossa mente...parar e pensar antes de agir pra entender que seguir a Jesus não é necessário muita coisa...só amar!!! “Pq Deus amou o mundo de tal maneira....” João 3:16... por mais nojento e hipocrita que ele estivesse!!!
A base fundamental da liberdade é a capacidade de escolha, e a capacidade de escolha só é ótima quando temos liberdade de escolher o que amamos...

Baseado em fatos reais !!!
abraços

8 comentários:

l'esprit fabuleux disse...

UAL, falo tudo cinthia ;)

te amo :@

Mê Amaral disse...

demoroo mais fez o post maiis mooor do muuundo!

muuuuito bom meerrmo
:D

beeeijo

André dos Reis disse...

esse "baseado em fatos reais" no fim foi liiindo ehaueahuea!!!!

é isso aí, JESUS CRISTO somente, nada mais, ninguém será igual, ninguém será mais sábio, ninguem SERÁ!!!!!


amo vc cintião!!

Juliane Oki Carraro disse...

Esse amor é inexplicável!!!

O problema de nossa geração é que queremos ser juízes e não perdoadores!

Jesus nos ensinou a amar e não a julgar...

Que possamos viver menos religião e mais Jesus!
Menos regras e doutrinas, e mais amor e liberdades!

Amoo você Cin!!!
Estava com sdds dos seus posts!!

Bjss
Deus te abençoe

instantes e momentos disse...

é bom voltar empre aqui. Belo post.
Maurizio

barbara disse...

jesussssss
vc fez isso cmg... Tu sempre fazes Jesus, ensina-me a seguir-Te ate a cruz.. por causa do seu grande amor revelado a MIM!!

Éverton Vidal disse...

Textao Cinthia! Adorei viu?
Parabéns pelo blogue.
Inté!

Luiza Barg disse...

MEEEEU JESUUUS, apaga a luz, que texto é esse??? ... tô sem palavras, de verdade!
beeijo ci =)

SIGAMEOSBONS